Síria nega acusação dos EUA sobre reator nuclear

A Síria nega veementemente as acusações dos Estados Unidos de que Damasco teria construído um reator nuclear com a ajuda da Coréia do Norte, destaca nesta quinta-feira um comunicado da embaixada síria em Washington.

AFP |

"O governo da República Árabe da Síria lamenta e aponta a campanha de denúncias falsas continuamente lançadas pela atual administração americana contra a Síria, que afirma a presença de atividade nuclear" no território sírio.

Damasco "nega veementemente essas acusações e apela aos Estados Unidos para que aja de maneira responsável e pare de provocar novas crises no Oriente Médio, que já sofre resultados e conseqüências dos fracassos americanos na região".

O embaixador da Síria nos Estados Unidos, Imad Mustapha, qualificou de "ridícula" a acusação de Washington.

Segundo o diplomata, funcionários do Departamento de Estado lhe "contaram uma história ridícula sobre um suposto projeto nuclear da Síria".

"Vi fotos de satélites ridículas de uma construção no deserto sírio que afirmaram ser um reator nuclear. Disse que era absurdo e estúpido. Não havia sequer um guarda de segurança, nem uma simples cerca".

"Comecei por lembrá-los que, da última vez que altos responsáveis da administração americana foram ao Conselho de Segurança da ONU para dizer que tinham provas flagrantes de armas de destruição em massa, falavam das (nunca encontradas) armas de destruição em massa iraquianas", destacou Mustapha.

dab/LR/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG