Síria, que nos últimos anos manteve tensas relações com os Estados Unidos, espera que este país, sob a presidência de Barack Obama, opere uma mudança em sua política externa.

"Temos a esperança de que a vitória de Barack Obama contribua para uma mudança da política externa dos Estados Unidos e permita passar de uma política de guerra e de embargo para uma política de diplomacia e diálogo", afirmou o ministro da Informação, Mohsen Bilal, à agência de notícias síria Sana.

O ministro insistiu que Obama "não ignore os problemas de que padecem os povos e apóie a paz, tal como proclamou durante sua campanha eleitoral".

rm/tp/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.