Síria e Líbano estabelecem formalmente relações diplomáticas

Damasco, 15 out (EFE).- A Síria e o Líbano assinaram hoje um acordo de imediata aplicação para iniciar plenas relações diplomáticas bilaterais pela primeira vez desde a independência de ambos os países, no anos 60, segundo um comunicado oficial citado pela agência de notícias síria Sana.

EFE |

Segundo a agência, o acordo, que entra em vigor hoje, foi assinado em Damasco pelos ministros de Exteriores sírio, Walid al-Moualem, e do Líbano, Fawzi Salloukh, que se encontra de visita oficial na Síria.

A nota afirma que as duas partes "renovam seu desejo de reforçar suas relações fraternais e distintas com base no respeito mútuo da independência e da soberania de ambos os Estados".

Nesta terça-feira, o Governo da Síria confirmou o estabelecimento de relações diplomáticas com o Líbano, segundo um decreto divulgado pela "Sana".

O decreto, assinado pelo presidente sírio, Bashar al-Assad, estabelece que em breve será instalada uma embaixada em Beirute, mas não esclarece uma data concreta.

Fontes diplomáticas na Síria disseram que a missão do embaixador sírio no Líbano será muito complicada, já que terá que lidar com os diferentes grupos políticos e religiosos que dividem o país.

A medida de hoje ocorre depois do anúncio feito em 13 de agosto, quando os dois países anunciaram um acordo para estabelecer relações diplomáticas plenas, por ocasião de uma visita a Damasco do presidente Michel Suleiman, a primeira de um líder libanês desde 2005.

Esse anúncio colocou fim a meses de tensões entre os dois Estados, devido às reservas de Damasco em normalizar as relações com seu vizinho, depois da evacuação de suas tropas em 2005, após quase três décadas de presença. EFE gb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG