Beirute, 12 mai (EFE).- As autoridades militares de Síria e Líbano se reuniram hoje com o objetivo de estreitar laços e desenvolver a cooperação contra o terrorismo e o inimigo comum israelense.

O chefe do Estado-Maior do Exército sírio, general Ali Habib, viajou hoje a Beirute na primeira visita de um alto representante militar da Síria desde a retirada das tropas deste país, em 2005, e se reuniu com o presidente do Líbano, Michel Suleiman.

Segundo um comunicado do gabinete de Suleiman, este agradeceu a ajuda que Damasco ofereceu no passado ao Exército libanês.

O presidente elogiou as relações entre os dois países, assim como a de seus exércitos em sua luta contra "o inimigo comum", Israel, e também contra "o terrorismo e as redes de espionagem" que atuam em seu território.

O general Habib se reuniu também com o comandante-em-chefe do Exército libanês, general Jean Kajwayi, com quem discutiu o futuro da relação e a coordenação entre ambas as instituições, informa a agência libanesa "ANN".

Kajwayi pediu ao general sírio uma maior cooperação e reafirmou os esforços para fazer frente aos "planos do inimigo israelense contra o Líbano e a Síria".

Já Habib agradeceu o apoio do Exército libanês e disse que a Síria respalda "o que beneficiar o irmão Líbano e garanta sua segurança".

Os Governos de Beirute e Damasco formalizaram suas relações diplomáticas em 15 de outubro de 2008.

Em 2005, a Síria retirou as tropas que manteve no Líbano durante 29 anos, após pressões da comunidade internacional e dos grupos libaneses opostos a esta presença.

Além disso, os distúrbios ocorridos no Líbano após o assassinato do ex-primeiro-ministro libanês Rafik Hariri em fevereiro de 2005 também contribuíram para a retirada. EFE ks-jrg/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.