Síria é integrada à Alba como 'membro aliado'

Presidente sírio recebeu o líder venezuelano, Hugo Chávez, para visita de 24 horas à capital Damasco

EFE |

AFP
Presidente sírio, Bashar al-Assad (E), recebeu o colega venezuelano em Damasco
Síria e Venezuela assinaram nesta quinta-feira a ata de integração da nação árabe como "membro aliado" da Aliança Bolivariana para as Américas (Alba), o que demonstra a disposição do governo de Damasco em intensificar sua relação com o Caribe e com a América do Sul.

O anúncio foi feito em entrevista coletiva concedida pelos presidentes da Síria, Bashar al-Assad, e o da Venezuela, Hugo Chávez, que chegou a Damasco na noite de quarta-feira para uma visita de 24 horas como parte de uma viagem internacional.

Al-Assad explicou que pelo acordo assinado com Chávez a Síria será "mais que uma observadora desta aliança". "Seremos honrados como membros, sempre seremos convidados, o que fortalecerá a relação da Síria no âmbito sul-americano", acrescentou o líder sírio. Chávez, por sua vez, agradeceu a Al-Assad pela decisão de vincular-se à Alba, que é integrada atualmente por Venezuela, Bolívia, Cuba, Nicarágua, Equador, Antígua e Barbuda, Domica e São Vicente e Granadinas.

A aliança foi apresentada por Chávez em dezembro de 2001 como uma alternativa à Área de Livre Comércio das Américas (Alca), planejada pelos Estados Unidos. Os presidentes de Venezuela e Síria anunciaram a assinatura de uma série de convênios, adicionais a mais de 30 acordos que haviam sido acertados durante visitas anteriores de Chávez a Damasco.

Golã

Também em sua passagem pela Síria, Chávez expressou seu apoio ao direito para Damasco recuperar as Colinas de Golã, atualmente nas mãos de Israel.

O líder venezuelano contou também que tem esperança de que o presidente Assad o convide algum dia para visitar Golã, área ocupada por Israel desde 1967.

    Leia tudo sobre: síriahugo chávezvenezuelaal-assadalba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG