Sana, 24 jun (EFE).- O presidente sírio, Bashar al-Assad, qualificou hoje Israel de parceiro inexistente no processo de paz do Oriente Médio e disse que deveria abrir mão dos territórios ocupados, caso realmente procure um acordo com a Síria.

"A conquista da paz requer um parceiro israelense e um compromisso com a lei internacional, as resoluções da ONU e o princípio de paz em troca de territórios. Este parceiro israelense não existe atualmente", afirmou Assad em coletiva de imprensa após uma reunião com o presidente grego, Carolos Papoulias.

A Síria suspendeu de forma indefinida as negociações de paz indiretas que mantinha com Israel desde maio de 2008 pela ofensiva israelense contra a Faixa de Gaza, controlada pelo Hamas, cujo principal líder, Khaled Meshaal, vive exilado em Damasco. EFE gb/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.