Siria disposta a dialogar com Israel com mediação dos EUA

O presidente sírio, Bashar al-Assad, afirmou que seu país estaria disposto a manter um diálogo direto para a paz com Israel, caso os Estados Unidos atuem como mediadores, em uma entrevista publicada pelo jornal japonês Asahi Shimbun.

AFP |

Assad disse que vê de forma favorável a nova administração do presidente americano Barack Obama e se mostrou aberto a iniciar um diálogo para a paz no Oriente Médio, ao mesmo tempo que insistiu que a Síria deve recuperar as Colinas de Golã, ocupadas por Israel.

"Precisamos que os Estados Unidos atuem como árbitros quando passarmos das atuais negociações indiretas (mediadas pela Turquia) para as negociações diretas com Israel", declarou ao jornal nipônico.

As relações entre Síria e Estados Unidos foram especialmente tensas durante o governo do ex-presidente George W. Bush, que acusou Damasco de apoiar o terrorismo com ajudas ao Irã e uma vista grossa sobre o tráfico de armas, que passava por seu território, destinadas aos insurgentes no Iraque.

hih/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG