A Síria informou à Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) que a estrutura bombardeada por aviões israelenses em 2007 é agora uma instalação de mísseis.

O chefe da Comissão de Energia Atômica síria, Ibrahim Othman, fez sa revelação em uma reunião a portas fechadas com a AIEA, segundo fontes consultadas pela AFP.

Os Estados Unidos acreditam que nessa instação, situada no deserto sírio e conhecida como Al Kibar ou Dair Alzur, havia um reator nuclear oculto e construído com a ajuda da Coreia do Norte e que o mesmo estava a ponto de ser concluído quando foi destruída por aviões israelenses em setembro de 2007.

Damasco negou a versão e afirma que se tratava de uma instalação militar em desuso.

spm/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.