Síria comunica EUA sobre fechamento de instituições americanas

Damasco, 29 out (EFE).- O Ministério de Relações Exteriores sírio convocou hoje a encarregada de assuntos dos Estados Unidos na Síria, Maura Connelly, para comunicar a decisão do Governo de Damasco de fechar uma escola americana e o Centro Cultural dos EUA no país.

EFE |

Segundo um comunicado oficial da Chancelaria síria, citado pela agência de notícias oficial "Sana", Damasco solicitou a Connelly que dê os passos necessários para aplicar esta medida, tomada pelo Governo na terça-feira.

O Centro Cultural dos Estados Unidos em Damasco depende da sede diplomática, enquanto a Escola Comunitária de Damasco, também conhecida como Escola Americana, funciona em um solar de propriedade do Governo americano.

O fechamento das duas instituições vinculadas aos EUA foi a primeira medida adotada por Damasco após o ataque militar de domingo passado sobre a localidade síria de Abu Kamal, atribuído ao Exército americano, no qual oito cidadãos sírios morreram.

Já a Chancelaria convocou os diplomatas estrangeiros destacados na Síria, que receberam do vice-ministro de Relações Exteriores sírio, Faysal Mikdad, as últimas informações relativas à incursão aérea, segundo o comunicado oficial.

Mikdad também informou aos representantes dos "procedimentos que o Governo sírio está adotando em resposta a esta injustificada agressão".

"A Síria está esperando as explicações oficiais por parte das autoridades iraquianas e americanas sobre a inaceitável violação da soberania síria antes de adotar outras medidas", disse o vice-ministro. EFE gb/wr/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG