Siniora critica postura do Hisbolá sobre ocupação de Fazendas de Chebaa

Beirute, 20 jun (EFE).- O primeiro-ministro libanês, Fouad Siniora, qualificou hoje de vergonhoso que algumas facções libanesas atuem como se não quisessem que Israel se retire dos territórios que ainda ocupa no sul, em clara referência ao grupo xiita Hisbolá.

EFE |

"Algumas partes agem como se quisessem que Israel continue no Líbano, o que é vergonhoso", disse Siniora em declarações aos jornalistas em Beirute, se referindo ao islamita Hisbolá, que criticou seus esforços para obter a retirada israelense das Fazendas de Chebaa.

Essa região, localizada entre as fronteiras israelense, síria e libanesa, foi ocupada pelo Exército israelense em 1967, durante a "Guerra dos 6 dias" e está nas mãos desse país desde então.

Este é o único território que o Exército israelense não abandonou quando se retirou do sul do Líbano em maio de 2000, após 18 anos de ocupação. EFE ks-ssa/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG