Sindicato dos Emirados denuncia desaparecimento de jornalista no Irã

Abu Dhabi, 29 dez (EFE).- O sindicato de imprensa dos Emirados Árabes Unidos denunciou o desaparecimento no Irã, no domingo passado, do correspondente em Teerã da televisão estatal de Dubai.

EFE |

Em um uma nota divulgada hoje, o presidente deste organismo, Mohammed Youssef, pediu à União Internacional de Jornalistas que intervenha para saber o paradeiro do jornalista sírio Rida al-Basha, após se perder qualquer tipo de contato com ele no domingo passado.

O desaparecimento do jornalista de nacionalidade síria coincidiu com a celebração da festividade xiita da Ashura, que foi aproveitada pela oposição iraniana para realizar maciças manifestações de protesto, reprimidas com brutalidade pelas autoridades iranianas.

O comunicado não dá detalhes sobre as circunstâncias nas quais o correspondente desapareceu, nem precisa se estava cobrindo as manifestações quando sumiu.

As autoridades iranianas proibiram expressamente que os correspondentes estrangeiros no Irã informem no terreno sobre qualquer protesto da oposição. EFE mys/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG