Sindicato anuncia que Venezuela nacionalizará siderúrgica argentina Ternium-Sidor

A Venezuela vai nacionalizar a siderúrgica Ternium-Sidor, de maioria acionária argentina, depois do fracasso das negociações sobre contratos coletivos, mediados pelo governo, afirmou o presidente do sindicato, José Rodríguez.

AFP |

"A Sidor será nacionalizada. O vice-presidente (da Venezuela, Ramón Carrizales) tentou fazer a empresa entender as razões dos trabalhadores, mas esta não aceitou e no fim se anunciou a nacionalização", disse Rodríguez, presidente do Sindicato Único de Trabalhadores da Indústria Siderúrgica e seus Similares (Sutiss).

O presidente do grupo argentino Techint, Paolo Rocca, dono da siderúrgica Ternium-Sidor, enviou uma carta ao presidente Hugo Chávez para pedir sua intervenção no conflito.

Após 15 meses de negociações, o vice-presidente se reuniu na tarde de terça-feira, por intrução de Chávez, com representantes da Ternium-Sidor para convocar uma mesa de negociações.

pt/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG