ataque contra o processo de paz - Mundo - iG" /

Sin Feinn condena ataque contra o processo de paz

O líder do partido católico Sinn Fein, ex-braÇo político dO IRA, Gerry Adams, condenou neste domingo o atentado perpetrado no sábado contra um quartel do exército britânico na Irlanda do Norte, no qual morreram dois soldados, classificando o episódio como um ataque contra o processo de paz.

AFP |

"O ataque da noite foi um ataque contra o processo de paz. Foi um erro e foi contraproducente", afirmou Adams em um comunicado.

Desde 8 de maio de 2007, o Sinn Fein compartilha o poder com o Partido Unionista Democrata (DUP, protestante), do primeiro-ministro Peter Robinson.

"O Sinn Fein deve ser coerente. Por esta lógica, apoiamos a polícia em sua tarefa de deter quem estiver envolvido", acrescentou.

Segundo Adams, "sua intenção é levar aos soldados britânicos às ruas. Querem destruir o recente processo (de paz) e afundar a Irlanda novamente em um conflito".

Os soldados britânicos pararam de patrulhar as ruas do Ulster há dois anos, em virtude do Acordo de Paz da Sexta-Feira Santa, mas ainda permanecem na província.

Às 21H40 GMT de sábado, homens fortemente armados atacaram o quartel general de um regimento de engenharia em Massereene, no condado de Antrim, a cerca de 25 quilômetros de Belfast.

O ministério da Defesa britânico confirmou a morte dos dois soldados.

A polícia do Ulster (PSNI) informou que outras quatro pessoas - entre elas dois militares - ficaram feridas no ataque, e que uma delas está em estado crítico.

em-cyb/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG