Simulação de ataque mobiliza serviços de emergência em N.York

Washington, 17 mai (EFE).- Centenas de bombeiros, policiais e equipes de resgate participaram hoje de uma simulação de atentado nas proximidades do Marco Zero em Nova York, o maior exercício de preparação de resposta a uma emergência desde o 11 de Setembro.

EFE |

As autoridades, que ordenaram o fechamento de uma ampla zona do distrito financeiro de Nova York, tinham avisado antes sobre a simulação, para evitar um pânico semelhante ao causado no mês passado quando um avião presidencial sobrevoou a zona em baixa altitude.

Participaram do exercício cerca de 800 membros dos serviços de emergência, que simularam a explosão de uma série de bombas em um trem em um túnel entre a ilha de Manhattan e Nova Jersey.

A manobra começou por volta de 9h e terminou quatro horas depois.

Quase três mil pessoas morreram em 11 de setembro de 2001, quando dois aviões sequestrados por terroristas da rede Al Qaeda foram jogados contra as Torres Gêmeas de Nova York.

No mesmo dia, outro avião foi arremessado contra o Pentágono, nos arredores de Washington, em um atentado no qual morreram mais de 200 pessoas, e uma quarta aeronave caiu sobre um campo na Pensilvânia depois que os passageiros se rebelaram contra os sequestradores. EFE mv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG