Shinawatra é condenado a 3 anos de prisão por abuso de poder

Bangcoc, 21 out (EFE).- O ex-primeiro-ministro tailandês Thaksin Shinawatra, deposto há dois anos em um golpe de Estado, foi condenado hoje à revelia pela Suprema Corte da Tailândia a três anos de prisão por abuso de poder.

EFE |

O tribunal declarou que Shinawatra, exilado no Reino Unido e foragido da Justiça tailandesa, é culpado de abusar de sua autoridade para que sua esposa puder comprar terrenos do Estado a um preço abaixo de seu valor real. EFE grc/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG