Shimon Peres defende Estado palestino com fronteiras temporárias

Jerusalém, 11 jun (EFE).- O presidente de Israel, Shimon Peres, disse nesta quinta-feira que israelenses e palestinos devem implementar um Estado palestino com fronteiras temporárias.

EFE |

Peres se reuniu hoje com o alto representante de Política Externa e Segurança Comum da União Europeia (UE), Javier Solana, para analisar os últimos eventos na região, e em particular o estado do processo de paz entre israelenses e palestinos, paralisado desde o começo do ano.

Segundo a imprensa local, durante o encontro Peres disse que Israel e os palestinos devem estabelecer uma declaração de um Estado palestino com fronteiras provisórias, "sujeito a um compromisso claro de que a fronteira se transformará em um curto espaço de tempo em um limite permanente".

Essa iniciativa de paz, aceita por Israel e a Autoridade Nacional Palestina (ANP) em 2003 e elaborada pelo Quarteto de Madri para o Oriente Médio (EUA, UE, ONU e Rússia) estabelece uma série de medidas com o fim de se estabelecer um Estado palestino com fronteiras definitivas e seguras, que conviva junto a Israel. EFE db/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG