Sheikh Hasina jura cargo como primeira-ministra de Bangladesh

Nova Délhi, 6 jan (EFE).- A líder da Liga Awami, Sheikh Hasina, que venceu de forma arrasadora as últimas eleições de Bangladesh, tomou hoje posse como chefe de Governo junto com os 31 ministros e vice-ministros de seu gabinete.

EFE |

Segundo a agência "UNB", Hasina jurou cargo ante o presidente de Bangladesh, Iajuddin Ahmed, e voltou assim ao poder após liderar o Governo entre 1996 e 2001.

À cerimônia, que aconteceu no Palácio Presidencial de Daca, contou com a presença de diplomatas estrangeiros e personalidades civis, políticas e militares.

Hasina, filha do fundador de Bangladesh, Sheikh Mujibur Rahman, liderou uma aliança de centro-esquerda nas eleições de 29 de dezembro que obteve 262 cadeiras das 300 em jogo e venceu sem dificuldades seu principal rival, a também ex-primeira-ministra Khaleda Zía, cuja coalizão conseguiu apenas 32 deputados.

A posse do líder da Liga Awami encerra formalmente os cerca de dois anos de Governo provisório em Bangladesh.

O presidente decidiu declarar o estado de exceção em janeiro de 2007 após a onda de violência entre os partidários das duas rivais políticas.

O regime interino, tutelado pelo Exército, iniciou uma campanha "anticorrupção" que atingiu tanto Hasina como Zía.

As duas permaneceram quase um ano em prisão acusadas de corrupção, embora tenham saído em liberdade com múltiplas acusações pendentes para poderem concorrer às eleições. EFE amp/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG