Shah Rukh Khan é o galã dos galãs do Festival de Berlim

Berlim, 15 fev (EFE).- Nem Leonardo DiCaprio, nem Ewan Mcgregor, nem Pierce Brosnan ou tampouco Ben Stiller: o galã dos galãs do 60º Festival Internacional de Cinema de Berlim é o astro de Bollywood Shah Rukh Khan, único entre os atores que passaram pelo tapete vermelho que provocou suspiros.

EFE |

Khan não foi ao Festival com um de seus musicais, mas com "My Name is Khan", uma alegação contra a islamofobia. O filme foi o que mais gerou polêmica entre seus admiradores, como ressalta a imprensa berlinense.

Ao bulício diante do hotel onde Khan estava, seguiram os tumultos na noite de estreia, na sexta-feira em Berlim, e o assédio midiático nas sucessivas festas pelas quais passou.

"A única gritaria autêntica, como nos velhos tempos dos festivais, foi desencadeado por ele", comentou à Agência Efe Matthias Killing, estudante de Politologia e um dos rapazes que fiscalizam o tapete vermelho noite a noite, com experiência de quatro edições do Festival.

Com DiCaprio houve o alvoroço consequente, "mas sobretudo por parte de fotógrafos e de câmeras, que o chamavam a gritos para que olhasse às câmeras", diz Killing, que se denomina a si próprio como especialista do tapete vermelho.

Seguiram-no em intensidade Ewan Mcgregor, depois Pierce Brosnan e, bem longe deles, a quarta estrela de Hollywood que até agora passou por Berlim, Ben Stiller.

Mas o que provocou suspiros das fãs foi Khan, que motivou uma gritaria ensurdecedora entre as jovens e não tão jovens que esperavam pelo ídolo. Bollywood venceu Hollywood no 'quesito galã'.

Khan não canta nem dança no filme que apresentou, mas isso não diminuiu o impacto de sua passagem por Berlim, como não se cansa de repetir o diretor do Festival, Dieter Kosslick.

Segundo Kosslick, o indiano Khan é o único ator do mundo com 1 bilhão de fãs - os de seu país mais os amantes de Bollywood de todo o mundo. EFE gc/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG