S.G. deve ser entregue a consulado até a manhã de quinta-feira, diz TRF

RIO DE JANEIRO - O Tribunal Regional Federal da 2a região determinou nesta quarta-feira que o menino S.G. deve ser entregue ao consulado americano no Rio de Janeiro até 9h de quinta-feira.

Anderson Dezan, iG Rio de Janeiro |


Na terça-feira, o ministro Gilmar Mendes restabeleceu a decisão do TRF, que determinou que o garoto fosse levado aos Estados Unidos, cassando liminar do colega Marco Aurélio Mello, que ordenava a permanência do menino no Brasil.

O TRF havia determinado que o garoto voltasse com o pai para os EUA em 48 horas, contadas a partir da última terça-feira (16/12). Após o parecer de Mendes, o TRF levou em consideração o período entre o anúncio de sua decisão e a divulgação da liminar de Marco Aurélio Mello, marcando o prazo final para a manhã de quinta-feira.

S.G. veio para o Brasil em 2004 com a mãe, a estilista Bruna Bianchi. No Brasil, Bruna separou-se de David Goldman, não retornou aos EUA e, posteriormente, casou-se com o advogado João Paulo Lins e Silva. Em agosto de 2008, Bruna morreu após o parto da segunda filha. De lá para cá, Goldman e Lins e Silva disputam a guarda do menino.

Também nesta quinta-feira, a família materna de S.G. anunciou que não iria recorrer à decisão do STF. "A guerra acabou", disse o advogado Sérgio Tostes.

Leia mais sobre: S.G.

    Leia tudo sobre: s.g.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG