Os opositores ao governo georgiano voltaram às ruas nesta terça-feira, no sexto dia consecutivo, para exigir a renúncia do presidente Mikhail Saakashvili, e anunciaram a ampliação do movimento de protesto, instalando novos acampamentos.

Cerca de 6.000 pessoas se mobilizaram em Tbilisi, constatou um correspondente da AFP.

"Instalaremos um novo acampamento hoje e seguiremos assim a cada dia", declarou o opositor Levan Gachechiladze, candidato à presidência em 2008. Precisou que as novas barracas serão montadas em frente à sede da televisão pública georgiana.

im-mm-sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.