Seul teme ataque surpresa de Pyongyang para forçar diálogo com EUA

Seul, 18 mar (EFE).- O Ministério da Defesa sul-coreano advertiu hoje da alta possibilidade de que a Coreia do Norte faça um ataque surpresa à Coreia do Sul, e destacou que crê que Pyongyang lançará um míssil de longo alcance, informou a agência Yonhap.

EFE |

Em relatório apresentado ao Parlamento, o Ministério da Defesa sul-coreano considera muito provável que a Coreia do Norte realize um ataque surpresa, apesar de limitado, para provocar um conflito interno entre diferentes facções no país vizinho.

A intenção da Coreia do Norte, segundo o texto, seria pressionar o Governo americano para realizar em breve um diálogo bilateral entre Pyongyang e Washington.

Seul considera que este ataque norte-coreano poderia ocorrer na fronteira marítima do Mar Amarelo, através do lançamento de projéteis, ou na zona desmilitarizada situada entre os dois países, por meio de provocações limitadas.

O alerta sul-coreano acontece depois que o regime comunista da Coreia do Norte anunciou, na semana passada, seu plano de lançar um satélite de comunicações entre 4 e 8 de abril, alegando seu direito ao desenvolvimento espacial com fins pacíficos.

A Coreia do Sul afirma ainda que o lançamento norte-coreano de um míssil ou de um satélite violaria a resolução do Conselho de Segurança da ONU, pois a tecnologia aplicada em ambos os casos é muito parecida. EFE ce/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG