Seul, 18 jul (EFE).- A Coréia do Sul suspenderá o envio à Coréia do Norte de material previsto em acordos prévios, em resposta á recusa de Pyongyang de cooperar na investigação da morte de uma turista sul-coreana por disparos de um soldado norte-coreano.

Segundo fontes oficiais citadas pela agência local "Yonhap", o Governo sul-coreano suspenderá o envio previsto para este mês de materiais para renovar a rede da telecomunicação nos escritórios das duas Coréias que vigiam a rede ferroviária dos dois países.

Seul deveria também enviar materiais para a construção de um lugar de encontro permanente para as famílias separadas pela guerra da Coréia.

Além disso, Seul considera suspender de forma temporária o envio de ajuda alimentícia à Coréia do Norte através do Programa Mundial de Alimentos.

Com este gesto, Seul quer pressionar para que Pyongyang aceite que seus investigadores visitem a área militar restrita onde a turista sul-coreana foi baleada, e que tome medidas para que não volte a ocorrer incidentes como esse.

Park Wang-ja, uma sul-coreana de 53 anos, morreu há uma semana após ser atingida por dois tiros disparados por um soldado norte-coreano em Geumgang, na Coréia do Norte. EFE ce/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.