Seul responderia a um ataque naval norte-coreano

Seul, 27 mai (EFE).- O Exército sul-coreano está pronto para responder a um ataque armado da Coreia do Norte e tentará conter os choques para não chegar a um confronto aberto, disse uma fonte do Ministério da Defesa da Coreia do Sul à agência local Yonhap.

EFE |

"Nossa principal prioridade é manter a atual superioridade armada sobre a Coreia do Norte" no Mar Amarelo, onde as marinhas de ambos os países se confrontaram após o fim da Guerra da Coreia em 1953.

Segundo a fonte anônima, a Coreia do Sul "devolverá o golpe com rapidez e tentará deter a extensão dos choques rumo a um conflito aberto".

A Marinha sul-coreana deslocou um destróier para a fronteira marítima com a Coreia do Norte e intensificou a vigilância na zona, informou a "Yonhap".

Nos últimos meses, a região foi testemunha de um aumento da atividade militar, inclusive da Força Aérea norte-coreana, assinalou a fonte do Ministério da Defesa do vizinho do sul.

"A preparação norte-coreana para a guerra está em seu máximo nível", acrescentou.

Pyongyang disse que considera como uma declaração de guerra a decisão tomada ontem pelo Governo de Seul de aderir à iniciativa americana contra o trânsito de armas de destruição em massa, o que permite a abordagem de navios suspeitos.

A Coreia do Norte anunciou que responderá com um ataque militar caso seus navios sejam interceptados e que não garante a segurança dos navios estrangeiros no Mar Amarelo. EFE ce-jmr/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG