Seul responderia a ataque de Pyongyang bombardeando bases

Seul, 20 fev (EFE).- O Exército sul-coreano responderia a qualquer ataque armado por parte de Pyongyang bombardeando as bases de origem dos projéteis, disse hoje o ministro da Defesa da Coreia do Sul, Lee Sang-hee, citado pela agência local Yonhap.

EFE |

O ministro sul-coreano disse que, se houvesse um choque com artilharia ou mísseis nas águas do Mar Ocidental (Mar Amarelo), a Coreia do Sul responderia bombardeando as instalações militares da Coreia do Norte responsáveis pela agressão.

Lee reconheceu a seus interlocutores, em uma sessão informativa do Parlamento sul-coreano, a tensão existente nas águas do Mar Amarelo depois que a Coreia do Norte anunciou, em janeiro, sua decisão unilateral de anular todos os acordos de não confronto com a Coreia do Sul.

"Tomaremos medidas preventivas se houver um ataque com mísseis por parte do inimigo e bateremos os centros de origem do lançamento", disse Lee. EFE ce-jmr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG