Seul reitera oferta de diálogo à Coreia do Norte

Seul - O presidente da Coreia do Sul, Lee Myung-bak, assegurou hoje que as contínuas ameaças norte-coreanas não representam um perigo imediato e reiterou a disposição do Governo de Seul em dialogar com Pyongyang.

EFE |

Em discurso transmitido por rádio, Lee se mostrou consciente das preocupações dos cidadãos sul-coreanos com essas ameaças, mas considerou primordial manter "princípios claros" na política de Seul em relação a Pyongyang, segundo informou a agência de notícias local "Yonhap".

"O Governo está disposto a se sentar para dialogar com a Coreia do Norte em qualquer momento para resolver todos os assuntos", disse Lee, que ressaltou a necessidade de se manter um mútuo respeito e de resolver os problemas através do diálogo.

As palavras de Lee chegam após a Coreia do Norte anunciar, há dez dias, a anulação de todos os acordos de não confronto político e militar com o Seul, em um protesto contra a política do Governo conservador do vizinho.

A Coreia do Norte rompeu também acordos sobre a fronteira marítima do Mar Amarelo, onde em 2002 houve choques militares entre os dois países.

Mais tarde, Pyongyang, através de seu jornal oficial "Rodong Sinmun", advertiu sobre possibilidade de um conflito bélico caso Seul seguisse ignorando sua posição.

Leia mais sobre: Coreia do Norte - Coreia do Sul

    Leia tudo sobre: coréia do nortecoréia do sul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG