Seul pune sargento por vender foto falsa de filho de Kim Jong-il

Seul, 23 jul (EFE).- A Coreia do Sul puniu um sargento por vender uma fotografia falsa de Kim Jong-um, o filho mais novo do líder norte-coreano Kim Jong-il e seu suposto sucessor, informou hoje a agência sul-coreana Yonhap.

EFE |

Um militar disse que o sargento, cuja identidade não foi divulgada, ofereceu em troca de dinheiro uma fotografia falsa de Kim Jong-um, que na verdade era a imagem de um operário sul-coreano.

No mesmo dia em que a fotografia foi divulgada pelo canal japonês "Asahi TV", em 10 de junho, e republicada pelos principais veículos de imprensa sul-coreanos, o operário - de grande semelhança física com Kim Jong-um - assegurou que era ele na imagem, que havia sido postada em seu blog.

O canal de televisão estatal norte-coreano transmitiu ontem um documentário sobre as atividades públicas realizadas em março por Kim Jong-il no qual se podia ver que o líder do Estado comunista mal movimentava sua mão e braço esquerdos.

Os serviços de Inteligência da Coreia do Sul e dos EUA acham que o líder norte-coreano, de 67 anos, sofreu um derrame cerebral em agosto do ano passado e que seu filho mais novo foi designado para sucedê-lo no poder. EFE ce/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG