Seul pede que Coreia do Norte retire ameaça sobre voos civis

Seul, 6 mar (EFE).- Seul pediu hoje à Coreia do Norte que retire imediatamente sua ameaça militar sobre a segurança dos voos civis sul-coreanos que passam perto de seu território, alegando que a postura representa uma violação das normas e um ato desumano.

EFE |

Segundo o porta-voz do Ministério da Unificação sul-coreano, Kim Ho-nyoun, citado pela agência de notícias "Yonhap", as ameaças militares "não só violam as normas internacionais, mas também são um ato desumano que não pode ser justificado em nenhum conceito".

"O Governo urge a Coreia do Norte a retirar de forma imediata as ameaças militares aos voos civis", ressaltou o porta-voz.

A Coreia do Norte havia declarado na quinta-feira que "não pode garantir a segurança de voos civis sul-coreanos que passem perto de seu território, sobretudo ao redor do Mar do Leste (Mar do Japão)".

Pyongyang critica ainda os exercícios militares regulares que Coreia do Sul e Estados Unidos fazem a cada ano simulando uma hipotética guerra com o país comunista, o que qualifica como um prelúdio da invasão a seu país.

Os dois países vizinhos permanecem tecnicamente em guerra desde que, em 1953, foi assinado um armistício, ao invés de um tratado de paz, para pôr fim a três anos de enfrentamento. EFE ce/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG