Seul impõe sanções financeiras a 3 empresas norte-coreanas

Seul, 9 jun (EFE).- A Coreia do Sul impôs sanções financeiras a três companhias norte-coreanas supostamente envolvidas no lançamento do foguete de longo alcance em 5 de abril, informou hoje o Governo sul-coreano.

EFE |

As sanções, as primeiras que Seul impõe a companhias norte-coreanas, proíbem qualquer tipo de negócio com três empresas da Coreia do Norte e o congelamento de seus ativos investidos em empresas sul-coreanas, informou a agência local "Yonhap".

As empresas Korea Mining Developing Trading Corporation, Tanchon Commercial Bank e Korea Ryongbong Geral Corporation são suspeitas de ter um papel vital no desenvolvimento de mísseis na Coreia do Norte e particularmente no lançamento em 5 de abril de um satélite norte-coreano que Seul acredita encobrir o teste de um míssil.

O Ministério de Estratégia e Finanças da Coreia do Sul informou que não existe nenhuma empresa sul-coreana que atualmente tenha relações com as punidas, e que a medida foi adotada de maneira preventiva, segundo a "Yonhap".

As três companhias norte-coreanas já tinham sido punidas pelo Conselho de Segurança da ONU no dia 24 de abril, após o lançamento do satélite. EFE ce/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG