Seul exige que Pyongyang esclareça morte de turista por soldado

Seul, 10 jul (EFE).- A Coreia do Sul exigiu hoje ao Norte que mantenha um diálogo bilateral para esclarecer a morte de uma turista sul-coreana baleada por um soldado há um ano.

EFE |

"Exigimos à Coreia do Norte que mantenha um diálogo governamental com a Coreia do Sul de forma sincera e imediata para resolver o caso", diz em comunicado divulgado pela agência de notícias "Yonhap" o porta-voz do Ministério da Unificação, Chun Hae-sung.

Park Wang-ja, uma dona de casa sul-coreana de 54 anos, morreu em 11 de julho do ano passado após ser baleada por soldados do regime comunista enquanto visitava o monte norte-coreano de Kumgang, onde entrou, aparentemente sem saber, em uma zona militar restrita.

Segundo a versão norte-coreana, a turista foi baleada depois que o soldado lhe pedisse várias vezes que recuasse.

O regime comunista alega que a soldado não pôde identificar que se tratava de uma turista devido à escassez de luz no momento do incidente, uma teoria com que Seul não concorda. EFE ce/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG