Seul estuda incentivos à Coréia do Norte em troca de prisioneiros

Seul, 30 dez (EFE).- A Coréia do Sul considera a possibilidade de oferecer incentivos à Coréia do Norte em troca de prisioneiros de guerra e cidadãos sul-coreanos seqüestrados, informa hoje a agência de notícias Yonhap.

EFE |

O porta-voz do Ministério da Unificação sul-coreano, Kim Ho-nyoun, citado pela agência "Yonhap", disse que o retorno de prisioneiros e cidadãos seqüestrados é prioridade para Seul e que o Governo prevê esse plano para 2009, embora não tenha precisado que tipo de incentivos estejam sendo estudados.

O diário sul-coreano "Chosun Ilbo" informa hoje que Coréia do Sul estuda o modelo alemão de oferecer dinheiro e produtos de primeira necessidade à Coréia do Norte em troca de seus prisioneiros.

Segundo informações divulgadas na semana passada, a Coréia do Norte se mostrou disposta a devolver a Seul soldados sul-coreanos que foram tomados como prisioneiros durante a guerra de 1950-1953.

Acredita-se que pelo menos 560 desses soldados sul-coreanos estejam presos no país comunista.

Até agora a Coréia do Norte negou a existência de seqüestrados sul-coreanos em suas prisões. EFE ce/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG