Seul diz que últimas fotos de Kim não provam que sua saúde estaria ruim

Seul, 15 jul (EFE).- O Ministério da Unificação da Coreia do Sul disse hoje que as últimas fotos de Kim Jong-il, divulgadas de forma relacionada às informações de que sofre de câncer, não provam que o líder norte-coreano estaria em mau estado de saúde.

EFE |

"É difícil verificar sinais de saúde frágil nas fotografias de ontem", transmitidas pelo canal de televisão estatal norte-coreano, disse hoje o porta-voz do Ministério da Unificação sul-coreano, Chun Hae-sung, citado pela agência "Yonhap".

Nas imagens, Kim Jong-il aparece visitando uma fábrica de azulejos em Taedonggang em meio às especulações sobre seu estado de saúde.

As fotografias mostram o líder sentado do lado de fora da fábrica, rindo e com roupas de verão. A televisão norte-coreana não especificou quando as imagens foram feitas.

A notícia sobre a visita de Kim à fábrica coincidiu com a informação divulgada na segunda-feira pela rede de televisão sul-coreana "YTN" de que o líder norte-coreano está com câncer de pâncreas, segundo fontes de espionagem da Coreia do Sul e da China.

Segundo a "YTN", Kim, de 67 anos, foi diagnosticado com câncer de pâncreas perto de agosto do ano passado, ao mesmo tempo em que, segundo os serviços de Inteligência americanos e sul-coreanos, o líder teria sofrido um derrame cerebral.

O Ministério da Unificação sul-coreano se mostrou ambíguo sobre a possibilidade de que Kim sofre de um câncer terminal e disse que não tem informações a dar sobre o assunto. EFE ce-jmr/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG