Seul acusa Pyongyang de violar acordos militares mútuos

Seul - A Coreia do Sul acusou hoje a Coreia do Norte de violar todos os acordos militares existentes entre os dois países, e reforçou a vigilância na fronteira com o país comunista, informou a agência sul-coreana de notícias Yonhap.

EFE |

Em um relatório entregue ao comitê especial do Parlamento sobre as relações entre as duas Coreias, o Ministério da Defesa sul-coreano indica que a Coreia do Norte violou todos os acordos bilaterais de assuntos militares.

Além disso, este relatório diz que o regime norte-coreano adotou um papel "muito passivo" no momento de impulsionar as relações bilaterais.

A acusação de Seul aconteceu dois dias depois de Pyongyang restringir o acesso dos trabalhadores sul-coreanos que operam no complexo industrial de Kaesong, além de suspender a ligação ferroviária entre os dois países.

Pyongyang reduziu para 880 o número de sul-coreanos que podem permanecer neste complexo industrial situado na cidade fronteiriça de Kaesong, onde operavam cerca de 4.100 sul-coreanos até agora.

No relatório, o Ministério da Defesa afirma ter reforçado a vigilância no mar ocidental da península, onde já ocorreram vários enfrentamentos armados em anos anteriores.

As autoridades militares sul-coreanas reforçaram ainda a vigilância nas fronteiras terrestres.

Leia mais sobre: Coreia so Sul - Coreia do Norte

    Leia tudo sobre: coréia do nortecoréia do sul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG