Seul acredita que líder norte-coreano Kim Jong-il esteja na China

Seul, 3 mai (EFE).- A Coreia do Sul considera "muito provável" que o líder norte-coreano, Kim Jong-il, esteja na China, após a confirmação da chegada de um trem especial norte-coreano à cidade fronteiriça de Dandong, informou a agência sul-coreana "Yonhap".

EFE |

Seul, 3 mai (EFE).- A Coreia do Sul considera "muito provável" que o líder norte-coreano, Kim Jong-il, esteja na China, após a confirmação da chegada de um trem especial norte-coreano à cidade fronteiriça de Dandong, informou a agência sul-coreana "Yonhap". Segundo "Yonhap", que cita uma fonte oficial em Seul, tudo aponta que depois de passar por Dandong, na primeira hora de hoje, Kim tenha chegado à cidade portuária chinesa de Dalian. Nessa localidade, conforme fontes chinesas citadas pela agência sul-coreana, um comboio de 15 veículos foi visto dirigindo-se para um hotel pouco depois da chegada do trem norte-coreano. Se confirmada, trata-se da quarta visita de Kim Jong-il à China, o principal aliado do regime norte-coreano, desde o ano 2000, todas feitas de trem. No geral, as datas das poucas viagens de Kim ao exterior costumam ser uma incógnita por motivos de segurança e só são divulgadas quando são realizadas. Pequim é o principal país aliado do regime norte-coreano e maior financiador econômico e humanitário por meio de doações. EFE ce-mic/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG