Sete soldados paquistaneses morrem em emboscada talibã

Sete soldados paquistaneses morreram, e pelo menos 25 ficaram feridos, neste sábado, em uma emboscada no noroeste do Paquistão, perto da fronteira com o Afeganistão, supostamente organizada por militantes talibãs, relatou uma fonte militar de alta patente, que pediu para não ser identificada.

AFP |

O comboio militar se dirigia à base de Zargari, no distrito de Hangu, perto da fronteira afegã, quando um grupo de rebeldes os atacou com lança-granadas e fuzis de assalto, disse à AFP o oficial de polícia Shakirulah Jan.

As forças de segurança responderam, atacando as posições dos talibãs nessa zona montanhosa, onde eles estão instalados.

"Comunicaram-nos que três militantes (talibãs) foram mortos e dez feridos, durante os disparos de represália", acrescentou o responsável pela segurança.

Esse foi o último incidente de uma semana sangrenta no Paquistão.

No domingo passado, 19 pessoas, entre elas 14 policiais, morreram em Islamabad, em um atentado suicida e, na segunda-feira, pelo menos seis bombas explodiram em Karachi, deixando um morto e 37 feridos.

Há duas semanas, as forças paquistanesas fizeram uma vasta operação contra militantes islamitas na zona tribal fronteiriça com Afeganistão.

Freqüentemente, o Afeganistão acusa o país vizinho de não agir contra as retaguardas dos talibãs nas zonas tribais do noroeste de seu território e de descuidar da vigilância de suas fronteiras.

Na última segunda-feira, um atentado suicida contra a embaixada indiana em Cabul deixou 41 mortos e cerca de 150 feridos.

rj/ap/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG