Sete soldados estrangeiros morrem em ataques no Afeganistão

Sete soldados estrangeiros da Otan, entre eles quatro americanos, e seis civis, foram mortos nesta segunda-feira no Afeganistão.

AFP |

"Quatro soldados morreram na explosão de uma bomba caseira no norte do Afeganistão", declarou à AFP um oficial da Isaf, a força da Otan, sem revelar a nacionalidade das vítimas.

"Soubemos hoje que quatro soldados americanos morreram na explosão de uma bomba caseira na região de Kunduz", afirmou, por sua vez, Thomas Raabe, porta-voz do ministério da Defesa alemão, durante uma entrevista coletiva em Berlim. Os americanos não confirmaram a informação.

No entanto, o general Abdul Majid Azimi, chefe dos serviços de inteligência locais, também disse à AFP que as quatro vítimas eram americanas.

O veículo onde os soldados estavam foi atingido pela explosão de uma bomba caseira quando passava por uma ponte no distrito de Khanabad. Os quatro militares americanos tinham a missão de treinar a polícia local, explicou Azimi.

O chefe da polícia da província, Abdul Razaq Yaqubi, destacou que a explosão também matou dois civis afegãos e feriu duas crianças.

O atentado foi reivindicado por um porta-voz talibã, Zabihullah Mujahed.

A área de Kunduz é conhecida por estar na zona de influência do Hezb-i-Islami, o grupo do líder rebelde Gulbuddin Hekmatyar, aliado ocasional dos talibãs.

Outros dois soldados da Otan foram mortos nesta segunda-feira no sul do país, informou a Isaf em comunicado, destacando em seguida que um terceiro soldado "não resistiu aos ferimentos recebidos durante um ataque de rebeldes" no leste do país.

Mais cedo nesta segunda-feira, no sul, um atentado suicida com carro-bomba matou dois caminhoneiros e feriu dois soldados e nove civis diante de uma base da Isaf nos arredores de Kandahar, relatou à AFP o comandante do exército afegão no sul, Mohammad Zazai.

O atentado foi reivindicado por Yusuf Ahmadi, outro porta-voz talibã.

Os talibãs ainda confirmaram nesta segunda-feira se capturaram no sudeste do país um soldado americano desaparecido desde o final de junho.

bur/yw/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG