Sete policiais afegãos morreram na madrugada deste sábado em um ataque contra seu posto na província de Kunduz, norte do Afeganistão.

O ataque foi atribuído pelas autoridades aos talibãs.

Kunduz era uma província bastante tranquila até alguns mees, mas virou cenário de frequentes episódios de violência. Dois jornalistas do New York Times foram sequestrados nessa província na semana passada pelos talibãs. O jornalista britânico Stephen Farrel saiu ileso de uma operação de resgate, mas seu colega afegão, Sultan Munado, morreu no tiroteio.

str-shk/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.