Sete policiais e três civis mortos em atentados no Afeganistão

Dez pessoas, entre elas sete policiais, morreram no Afeganistão em diversos atentados regitrados nas últimas horas.

AFP |

Dois policiais morreram nesta quarta-feira em um atentado suicida reivindicado pelos talibãs no sul do Afeganistão e outros cinco em um ataque na noite de terça-feira contra uma delegacia.

Um suicida detonou a bomba que transportava no momento em que Khair Mohammad, chefe de polícia do distrito de Gereshk, na província de Helmand, saía de seu escritório.

O alvo escapou ileso, mas dois seguranças de Mohammad faleceram e três ficaram gravemente feridos.

Gereshk é um dos distritos mais problemáticos de Helmand, reduto dos talibãs, que reivindicaram o ataque.

Na noite de terça-feira, os talibãs mataram cinco policiais em um ataque contra uma delegacia de Kunar (leste), perto da fronteira com o Paquistão.

Outros quatro oficiais ficaram feridos. Segundo a polícia local, vários talibãs morreram na respostas dos agentes ao ataque.

Também no sul, na província de Kandahar, um terrorista perseguido pela polícia se explodiu no mercado de Spin Boldak, perto da fronteira com o Paquistão, matando três civis.

str-br/fp/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG