Sete policiais e 4 civis são presos por atacar sinagoga em Caracas

Caracas, 8 fev (EFE).- A Procuradoria venezuelana informou hoje que sete policiais e quatro civis foram detidos por suposta participação no ataque à principal sinagoga de Caracas, no dia 31 de janeiro.

EFE |

"Todos foram presos durante uma opreação realizada no sábado e na madrugada deste domingo em diferentes áreas de Caracas", disse a Procuradoria em comunicado.

Pelo menos 12 pessoas com máscaras invadiram a principal sinagoga de Caracas, destruíram objetos próprios do culto judeu e picharam as paredes com isultos aos judeus.

O ataque aconteceu poucos dias depois de o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, decidir romper formalmente as relações com Israel em rejeição aos ataques à Faixa de Gaza nos quais cerca de 1.400 pessoas morreram.

Israel respondeu expulsando os dois funcionários que representavam os interesses venezuelanos nesse país e com os palestinos. EFE ar/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG