Sete palestinos morrem nos últimos ataques israelenses em Gaza

(Atualiza número de mortos e feridos) Gaza, 20 abr (EFE).- Pelo menos sete palestinos morreram e outros oito ficaram feridos nas últimas horas na Faixa de Gaza em uma série de ataques aéreos israelenses, depois dos atentados cometidos no sábado por milicianos palestinos contra um posto fronteiriço.

EFE |

As duas últimas vítimas, militantes do movimento islâmico Hamas, morreram em ataques aéreos israelenses realizados desde a madrugada no norte da Faixa de Gaza e na capital deste território.

Pouco depois, dois foguetes Qassam foram lançados por milicianos contra o território israelense, informou a Polícia.

Os outros cinco militantes morreram antes de meia-noite, também em bombardeios aéreos, quatro deles quando um foguete atingiu um veículo que circulava pelo campo de refugiados de Jabalya, no norte da Faixa de Gaza.

O Exército israelense confirmou este ataque e um porta-voz declarou que os quatro palestinos se preparavam para lançar foguetes Qassam contra o território israelense.

O quinto miliciano morreu na mesma zona em um bombardeio posterior, no qual duas pessoas também ficaram feridas.

A ofensiva israelense ocorre depois do ataque no sábado cometido por milicianos palestinos contra a passagem de Kerem Shalom, na tripla fronteira formada por Gaza, Egito e Israel.

Dezesseis soldados israelenses ficaram feridos quando os milicianos explodiram dois veículos com explosivos na passagem fronteiriça.

Segundo fontes militares, é o ataque mais grave registrado na zona desde que Israel saiu da Faixa de Gaza, em 2005.

A comandante Avital Leibowitz, porta-voz do Exército de Israel, disse à Agência Efe que os veículos conseguiram se aproximar tanto porque os veículos eram muito parecidos com os usados pelas forças israelenses.

Três milicianos morreram no ataque suicida, que foi liderado pelo braço armado do movimento islâmico. EFE sar/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG