Sete pessoas, entre elas vários policiais, morreram nesta sexta num atentado suicida com carro-bomba no noroeste do Paquistão, não distante das zonas tribais onde estão entrincheirados talibãs e combatentes da Al-Qaeda, informou a polícia.

O drama se produziu em Bannu, uma cidade próxima do distrito tribal do Waziristão do Norte, uma das praças fortes dos talibãs paquistaneses ligados à rede de Osama Bin Laden.

"O camicaze lançou seu carro-bomba contra um veículo que transportava policiais, e pelo menos sete pessoas pereceram", declarou à AFP o chefe de polícia de Bannu, Mohammad Alam Shinwari.

Outras 15 pessoas ficaram feridas, informou o hospital local.

strs-sz/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.