Sete militares morrem em confrontos armados no leste do Irã

Teerã, 2 jan (EFE).- Sete militares iranianos morreram em confrontos armados na região de Khorasan-e Jonubi, informou hoje o comandante das forças de segurança nesta província do leste do Irã, general Hamid Sharafi.

EFE |

Segundo a agência local "Mehr", Sharafi disse que os sete militares morreram em um confronto armado com um grupo de pessoas às quais qualificou de "narcotraficantes e malvados".

"Quatro narcotraficantes armados morreram e outro ficou ferido", disse Sharafi, que acrescentou que os agentes de segurança confiscaram duas toneladas de drogas.

As áreas do leste e do sudeste do Irã são cenários de contínuos enfrentamentos com os grupos sunitas opositores ao regime xiita de Teerã, que os qualifica de "terroristas, malvados e narcotraficantes".

O principal grupo sunita opositor a Teerã é o Jundallah, liderado por Abdulmalik Righi.

Este grupo reconheceu ser autor de um duplo atentado com bomba em 18 de outubro de 2009 na região de Pishin, perto da fronteira entre o Irã e o Paquistão, no qual morreram pelo menos 40 pessoas e cerca de 100 ficaram feridas. EFE msh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG