Sete membros de uma família são encontrados mortos nos EUA

Sete membros de uma mesma família foram encontrados mortos em sua casa na Califórnia (oeste dos EUA), segundo a imprensa local. O jornal The Los Angeles Times afirmou que, segundo a polícia, o pai teria se suicidado após matar a mulher e os cinco filhos.

Redação com agências internacionais |

Os corpos foram descobertos na manhã desta terça-feira em uma casa de Wilmington, 30 km ao sul do centro de Los Angeles, informou o "Los Angeles Times". "Tudo leva a crer que estamos diante de um caso de assassinato seguido por um suicídio", disse Sam Park, porta-voz da polícia.

Além do casal, as vítimas eram uma garota de 9 anos, duas gêmeas de 5 anos e dois gêmeos de 2 anos. Um dos policiais, Kenneth Garner, afirmou que foram encontrados bilhetes no qual o homem se refere a "problemas relacionados ao trabalho". "Foi um problema financeiro e relacionado a emprego que levou a isso", afirmou Garner.

Segundo a agência AP, o homem teria enviado um bilhete a uma emissora de TV, a KABC, dizendo que ele e a mulher tinham sido demitidos recentemente. Juntos, os dois teriam planejado os assassinatos.

Segundo o bilhete, antes de serem despedidos o homem e sua mulher ouviram um chefe dizer que eles não deveriam ter ido trabalhar. "Vocês deveriam ter se matado", teria dito o administrador.

A emissora afirmou, ainda, que no bilhete o homem afirmou que sua esposa sugeriu que os filhos fossem assassinados, para que depois de suas mortes eles não fossem entregues a estranhos. As investigações sobre o caso continuam.


    Leia tudo sobre: los angeles

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG