Sete crianças estão entre as vítimas de acidente de avião nos EUA

Sete crianças estão entre as 14 pessoas que morreram na queda de um monomotor que voava da Califórnia (oeste) para Montana (noroeste) no domingo, informaram as autoridades nesta segunda-feira.

AFP |

"Sete das 14 vítimas eram crianças", disse à AFP Keith Holloway, porta-voz do Conselho Nacional de Segurança do Transporte (NTSB, na sigla em inglês).

A identidade e a idade dos menores ainda não foi revelada.

Segundo a mesma fonte, as autoridades federais de aviação informaram que o avião tinha um gravador de voz na cabine e não tinha autorização para realizar transporte comercial.

O monomotor turbohélice havia decolado de Oroville, na Califórnia, a norte de San Francisco, para uma viagem de 1.500 km até Bozeman, em Montana.

Em determinado ponto do trajeto, o avião "sofreu um desvio na direção de Butte (Montana), onde caiu 150 metros antes da pista de pouso" de um aeroporto local", relatou Les Dorr, porta-voz da Administração Federal de Aviação (FAA).

"Achamos que provavelmente era uma viagem de esqui para crianças", estimou outro representante da FAA, Mike Fergus.

As primeiras informações sobre o acidente indicavam 17 vítimas fatais, mas o balanço foi corrigido depois. Segundo Fergus, o acidente aconteceu por volta das duas e meia da manhã, perto do aeroporto Bert Mooney, em Butte, 130 quilômetros a oeste de seu destino original, em Bozeman.

"O avião caiu sobre o cemitério Holy Cross, a 150 metros do aeroporto, ao tentar pousar", afirmou.

De acordo com o jornal californiano Napa Valley Register, cinco membros de uma família da cidade de Santa Helena viajavam no avião: o pai, um médico chamado Erin Jacobson, sua mulher e três filhos, de 4, 3 e 2 anos, que iam a Bozeman para visitar amigos e familiares.

pb/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG