Sete corpos do acidente aéreo em NY são localizados

Funcionários federais dos Estados Unidos informaram, neste domingo, que sete corpos foram resgatados após um acidente aéreo sobre o rio Hudson. Uma colisão entre um avião de pequeno porte e um helicóptero sobre o rio, no sábado, deixou nove mortos.

Redação com agências |

Barcos da polícia e da guarda costeria conseguiram remover a fuselagem do helicóptero. Membros do órgão que regula a segurança dos transportes nos EUA afirmaram que é cedo demais para especular as causas do acidente no sábado em um dia de céu limpo na região da ilha de Manhattan.

Segundo as autoridades, as nove pessoas que se encontravam a bordo das aeronaves morreram no trágico acidente. Ontem foram resgatados os corpos de dois adultos e uma criança, de acordo com a imprensa americana.

Reuters
Fuselagem do helicóptero é retirada do Rio Hudson

Na véspera, o prefeito da cidade, Michael Bloomberg, admitiu a falta de esperanças nesse sentido. "Isso não deverá ter um final feliz", disse Bloomberg.

O Eurocopter AS350 transportava cinco turistas italianos e o piloto. Dois passageiros, incluindo uma criança, mais o piloto estavam a bordo do monomotor Piper PA32, disse o prefeito.

A mídia italiana diz que os cinco turistas eram da região de Bolonha e incluíam Fabio Gallazzi, sua esposa Tiziana Pedrone e seu filho adolescente, Giacomo Gallazzi. Também morreram Michele Norelli e seu filho Filippo, além de Jeremy Clark, morador de Nova Jersey que pilotava o helicóptero operado pela Liberty Helicopter.

A colisão ocorreu por volta do meio-dia (13h de Brasília) em um dia quente de verão, com as ruas próximas à margem do rio lotadas de moradores e turistas. Imediatamente após o acidente, barcos de salvamento chegaram ao local. Entretanto, logo ficou claro que tinham muito pouco a fazer. A dificuldade encontrada pelos mergulhadores para localizar os destroços das aeronaves no Hudson poderá atrasar a investigação.

O avião tinha decolado do aeroporto Teterboro, em Nova Jersey, e o helicóptero pertencia a uma companhia que oferece serviços a turistas. A colisão ocorreu em um corredor aéreo muito usado por aviões comerciais, particulares e helicópteros de turismo.

Imagens do acidente

Veja no vídeo abaixo fotos do momento da colisão divulgadas pelo canal Fox News.

Airbus da US Airways

Em janeiro, um Airbus operado pela US Airways perdeu força sobre Nova York, mas o piloto fez uma aterrissagem de emergência bem-sucedida nas águas do Hudson, evitando a perda de vidas.

O acidente foi causado pela colisão do avião com um grupo de gansos selvagens, gerando a perda de ambos os motores.

(Com informações da Agência Estado, Reuters e da AFP)

Leia mais sobre acidente em Nova York

    Leia tudo sobre: acidenteacidente aéreonova york

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG