Sete anos de prisão para culpado por naufrágio que casou mil mortes no Egito

Uma corte de apelações egípcia condenou nesta quarta-feira à revelia a sete anos de prisão o dono do ferry Al Salam 98 que, em 2006, naufragou no Mar Vermelho, causando cerca de mil mortes.

AFP |

Mamduh Ismail, de 36 anos, ex-membro do parlamento egípcio, foi condenado a sete anos de prisão pela pior catástrofe marítima na história do país.

Mais de mil pessoas morreram nesse naufrágio, em fevereiro de 2006, quando o ferry realizava o trajeto no Mar Vermelho entre Duba (Arábia Saudita) e Safaga.

A maioria dos 1.400 passageiros do "Al Salam 98" eram egípcios que trabalhavam no estrangeiro.

Ismail negou sua responsabilidade na catástrofe e acusou o capitão do ferry.

str-se/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG