O governo sérvio decidiu nesta quinta-feira fazer regressar seus embaixadors dos países da União Européia (UE) que reconheceram a indepedência de Kosovo, informou o ministro do Meio Ambiente em coletiva de imprensa em Belgrado.

"Considero que a decisão da volta dos embaixadores aos países da UE que reconheceram Kosovo fortalecerá nossa posição diplomática e nossas relações com esses países", declarou Oliver Dulic.

dv/jo/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.