Serra Leoa desmente acidente com 200 desaparecidos em mina

O governo de Serra Leoa desmentiu na noite desta sexta-feira que um acidente em uma mina de ouro tenha deixado 200 desaparecidos no país.

iG São Paulo |

Informações não confirmadas sugeriam que até 200 pessoas estavam desaparecidas - ou mortas - em uma mina perto de Bo, cidade localizada no sul do país. 

O ministro de Recursos Minerais de Serra Leoa, Alpha Kanu, afirmou ter visitado o local e negou que qualquer acidente tivesse acontecido.

"As pessoas na mina ficaram surpresas em me ver porque não havia nada de errado", disse Kanu à BBC. Ele classificou as informações de "rumores".

"Inspecionamos a área. Não houve nenhum acidente - nem mesmo uma cabra quebrou a pata no local", disse Kanu depois de visitar a cidade de mineração de Baomahun, a cerca de 65 quilômetros ao norte de Bo.

Kanu acrescentou ter percorrido a região acompanhado de militares para verificar as informações, depois de um telefonema do superintendente de polícia local sobre o suposto colapso da mina.

Explicando como surgiram as informações sobre o suposto acidente, ele disse que o superintendente local de polícia deve tê-las ouvido na estação de rádio local, Kiss 104 FM, que transmitiu a história.

A mina é gerenciada pela companhia britânica Cluff Gold. Funcionários da Cluff inspecionaram a mina em Baomahun depois dos relatos do acidente e confirmaram que nada aconteceu no local, disse um porta-voz da empresa na capital do país, Freetown.

*Com informações da BBC

Leia mais sobre Serra Leoa

    Leia tudo sobre: serra leoa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG