Serpente mata estudante no zoológico de Caracas

Um estudante que trabalhava em um zoológico em Caracas, na Venezuela, foi morto por uma serpente de mais de três metros. O administrador do zoológico Parque del Este disse que o estudante Erick Arrieta não tomou as precauções necessárias ao entrar na cova da cobra durante o turno da madrugada de sábado.

BBC Brasil |

A píton asiática picou o estudante e em seguida o enroscou, sufocando-o.

Os colegas de trabalho só descobriram o incidente no dia seguinte, quando a cobra tentava devorar o corpo de Arrieta.

Segundo o jornal venezuelano El Universal, Arrieta, de 29 anos, havia dito a colegas que pretendia "domesticar" o animal.

Estudante do último ano de biologia, ele trabalhava no zoológico durante as suas férias desde 1999.

O zoológico, que estava fechado ao público, voltou a abrir suas portas nesta terça-feira.

    Leia tudo sobre: animais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG