Série de violentos terremotos abala região de Tóquio

Uma série de terremotos, dos quais o mais violento atingiu 6,7 graus na escala Richter, sacudiu a região de Tóquio na madrugada de quinta-feira (horário local), deixando seis pessoas levemente feridas e cerca de 4.500 casas sem energia, anunciaram autoridades locais.

AFP |

Os sismos foram sentidos, principalmente, na capital, mas também afetaram boa parte do Japão, sem causar, contudo, danos significativos.

Seis homens, entre 18 e 87 anos, tiveram ferimentos leves.

O terremoto mais violento aconteceu à 1h15 de quinta-feira (13h15 desta quarta-feira, horário de Brasília). Seu epicentro foi localizado a 40 km de profundidade no Oceano Pacífico, perto da prefeitura de Ibaraki, ao nordeste de Tóquio, ressaltou a Agência Meteorológica japonesa em seu site.

Nenhum alerta de tsunami foi lançado, ainda que leves variações do nível do mar fossem esperadas, completou a agência.

O violento terremoto foi precedido de vários outros na região, de magnitudes entre 4,5 e 6,2 graus na escala Richter.

O Japão é afetado por milhares de terremotos a cada ano.

Em julho de 2007, um terremoto de 6,8 graus na escala Richter deixou 11 mortos e centenas de feridos na região de Niigata, ao norte de Tóquio, e danificou a maior central nuclear do mundo, que continua fechada até hoje.

De acordo com um estudo publicado pelo governo em 2006, um terremoto de 7,3 em Tóquio poderia matar 4.700 pessoas e danificar 440.000 edifícios.

roc/yw/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG