Série de atentados mata ao menos 27 e fere 53 no Iraque

BAGDÁ - Cinco bombas explodiram perto de mesquitas xiitas de Bagdá nesta sexta-feira, matando ao menos 27 pessoas e ferindo 53, informou a polícia iraquiana.

Redação com agências internacionais |

As explosões, que ocorreram próximo do horário das orações de sexta-feira, pareciam ter como alvo os muçulmanos xiitas iraquianos. Os ataques foram cometidos quando fiéis deixavam as mesquitas após as orações de sexta-feira.

O atentado que fez mais vítimas aconteceu nas proximidades da mesquita de Al Sharufi, na zona norte de Bagdá. Segundo informações, 21 pessoas perderam a vida e 30 saíram feridas do local.


Iraquiana xiita lamenta atentado contra mesquita em Bagdá / Reuters

As aglomerações dos religiosos xiitas são os alvos favoritos dos islâmicos sunitas da Al-Qaeda, que consideram os xiitas como hereges. Os xiitas representam 65% da população iraquiana, de aproximadamente 26 milhões de habitantes.

A Al-Qaeda, ainda que bastante enfraquecida no Iraque nos últimos 18 meses, tem mostrado que ainda é capaz de lançar ataques devastadores.

Autoridades norte-americanas dizem que a Al-Qaeda e outros grupos insurgentes sunitas estão tentando retomar o conflito sectário entre os sunitas e xiitas que levou o Iraque a uma completa guerra civil em 2006 e 2007.

Leia mais sobre Iraque

    Leia tudo sobre: iraquexiitas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG